sábado

Quinta Avenida nº 1 - resenha #10

Editora: Record
Autor: Candace Bushnell
Número de páginas: 560
ISBN: 9788501086907
Ano de lançamento: 2009

"Em seu quinto romance, a autora de Sex and the City e Selva de Batom retrata vidas e amores de cinco mulheres cujo endereço é um dos mais sofisticados de Nova York. O número 1 da Quinta Avenida, a bela torre sobre uma das mais antigas e descoladas vizinhanças de Manhattan, é testemunha de sua sede de poder, a busca por notoriedade e casamentos bem-sucedidos."


Para começar, rs, qual capa vocês preferem? Hehe... Tenho muita síndrome de capa da semana, admitam. Acho que prefiro a americana, porque representa as 5 mulheres da trama.

Começando a falar do livro... No início eu não dei muita coisa pelo livro, não sabia se a Candace Bushnell conseguiria me prender em uma história com tantas páginas, ainda mais que nunca havia lido nada dela. Pelo jeito, meio que me enganei; a história me prendeu direitinho, mesmo que de início eu tivesse ficado confusa por ter taaaantos personagens, e eu garanto, tem mesmo.
É claro que no começo tem toda aquela apresentação e tudo mais, mas igual, é muita gente, até mais do que nos livros da Marian Keyes rs. Mesmo que isso confunda, logo depois tu já vai estar familiarizado com a história, mesmo sendo informação demais rs.

Uma coisa que eu não entendi até agora, é como podem ter tanta afeição por um edifício. Ok, sei que o nº1 é histórico e tudo mais, mas vocês não imaginam como é forte essa imagem de proteção ao condomínio em cada morador de lá. Os caras defendem o prédio com unhas e dentes, além de sempre pensar o que será melhor para ele (acima dos condôminos). Pode-se notar isso quando não deixam Paul Rice instalar o seu ar condicionado. Paul, que quer tudo pra si, acha que tem mais direito que os outros e tudo mais. A Mindy Gooch é vista como chata pelos outros, e também quer o prédio para si - tem um filho o Sam, e seu marido é o James. Os moradores colocam o nº1 num pódio e dali não o tiram.

Entre as 5 mulheres da sinopse (Mindy Gooch é uma delas), temos Schiffer Diamond (amei esse nome, sério) que recém se mudou de volta para o nº1; uma atriz famosa que já está com o pé na meia idade e que sempre teve um caso com Philip Oakland - escritor. A Lola Fabrikant no começo é uma legal, mas à medida que as coisas aconteciam perdeu seu encanto; vale falar também que ela namora Philip no momento. Já Annalisa Rice é super querida do início ao fim, mas pensei que seu final seria diferente; Paul e ela são casados e são os novos ricos. E para finalizar, temos Enid Merle, que tem 82 anos (não parece) e sempre morou no nº1; gosto dela, adorei o que ela faz com Lola - ela é tia de Philip (falo da Enid).

Como todos se cruzam na trama, fiquei o livro inteiro tentando adivinhar quem ficava com quem. Não acertei ninguém praticamente...

Como pude esquecer? Além de toooda essa gente, tem o mistério da cruz da Mary, a Sanguinária. Há anos a cruz foi roubada do museu, e após uma morte - e uma boa parte do livro - Billy Lietchfield (um cara meio merchand que acompanha as socialites nos eventos) descobre o fim que a cruz levou.

E gente, não se assustem com as quantidades de dinheiro que eles gastam, as vezes chegava a me irritar. Era 100 mil dólares em um peixe, mais 3 mil a noite em um hotel, e assim iam os valores gastos pelos personagens (a maioria deles). Apesar de tudo, aprovo o livro e

Mudei o jeito da resenha, o que acharam? Dou 4/5 pro livro!
Beijos, e comentem :D

12 comentários:

  1. Eu até gosto do estilo da Candace Bushnell, embora só tenha lido "Sex and the city". Mas realmente, o modo como os personagens deste tipo de livro gastam $ chega a ser irritante...

    ResponderExcluir
  2. bem beeeem, nunca li nada dela... estou com 4 louras em casa mas ainda nem li!

    Já ouvi péssimos comentários dele, mas lendo sua resenha minhas lombrigas literárias pularam!

    ResponderExcluir
  3. agora tu me deixou com mtttt vontade de ler o livro!!!! deve ser mt bom hiihihi

    ResponderExcluir
  4. Então o livro é mesmo sobre o PRÉDIO? Que máximo! Achava q era um Sex and the City da vida. Nunca tive coragem de comprar esse livro pq ele é tão enorme e sempre ta tão caro xD

    ResponderExcluir
  5. Nunca me dei bem com a escrita da Bushnell, então nunca tive vontade de ler esse livro... E apesar de sua resenha ter ficado ótima, o tema do livro não despertou em mim a ânsia de ler... Não sei, parece ser tão... sem nexo, sem propósito.

    ;~

    ResponderExcluir
  6. Realmente a capa americana é mais bonita... Eu já add esse livro na lista dos que quero ler, mas ainda não me dispos a comprá-los. Ótima resenha.

    Bjjs.

    ResponderExcluir
  7. Eu só li um livro da Candace, os diários de Carrie. Eu gostei, mas se for ler um outro dela não vai ser SaTC :P

    ResponderExcluir
  8. Dela só li Os Diários de Carrie, que adorei. Na verdade, eu amei mais por causa da Carrie adolescente... Parecia que ela estava narrando minha história.
    Eu gosto das duas capas... Qualquer dia dou uma chance :)
    :*

    ResponderExcluir
  9. Nossa!
    Fiquei louca para ler esse livro. Parece o Titan da novela das 7h.

    ResponderExcluir
  10. Acho que a Candace tem uma pequena obsessão com grupos de amigas, porque não é possível, todo livro tem um! hahaha Mas achei interessante a história! Vou procurar aqui na minha cidade! :)

    ResponderExcluir
  11. A Americanas está com este livro em promoção. R$ 9,99.

    ResponderExcluir
  12. Gostei da capa do livro, da sinopse de trás, e acabei ganhando ele *-* Vim procurar saber mais Ants de ler e curti sua resenha.. Já sei q vou ficar indignada com a "gastação" kkk Mas já vou começar a ler hj mesmo. Valeu querida!!!!

    ResponderExcluir

- Se informe aqui como fazer parceria com o blog "Na sua Estante".

visitas desde 13/06/2010