quinta-feira

A Menina da Sexta Lua - resenha #8

  • Editora: Best Seller
  • Autora: Moony Witcher
  • Número de páginas: 287
  • ISBN: 8571238855
  • Ano de lançamento: 2003

Falar de um livro que marcou minha vida é bem bom, embora vocês possam achar que é uma babação de ovo (pelo livro rs). Mesmo assim, esse livro foi o primeiro "grandão" que eu li, e quase não tendo figuras (aliás, as ilustrações são super legais), me senti taaanto!

A Menina da Sexta Lua não é um livro novo, vocês provavelmente já devem ter ouvido falar, pois eu li em 2004 e recém tinha lançado. Agora, se não me engano, já se tem uns 4 livros dessa série, entre eles: Nina e o Mistério da Oitava Nota, Nina e a Maldição da Serpente de Plumas e Nina e o Olho Secreto de Atlântida.

Vou fazer um parênteses bem grande agora. Foi lindo encontrar esse livro na Cultura, logo que abriu no BC. Acreditam que eu só fui terminar uns anos atrás e porque eu queria esperar o segundo lançar pra não ficar curiosa?? Eu era um amor. Atri. Rs.

Não posso dizer que não é infantil, pelo contrário, ele é sim. Tem todas aquelas coisas de magia, outro mundo, aventuras e mistério. Pode apostar que tem bastante coisa pra acontecer!

Mas agora, vamos falar da história. Ela é sobre Nina, uma menina que mora com suas tias em Madri (eles trabalham em um projeto secreto lá e nunca aparecem direito) e um dia, recebe um pedido de ajuda de seu avô Misha (adoro esse cara), um alquimista que mora em Veneza. Mas logo após isso, fica sabendo que ele morreu devido a misteriosas circunstâncias, assim, ao herdar sua casa, vai morar lá com Merengue (ela é muito fofa gente, deve cozinhar muito bem rs), que era sua empregada.
Além da casa, seu avô deixa de herança um laboratório equipado e cheio de produtos químicos, tudo isso é claro, para ajudar Nina a combater o mal. Rs. O nome do lugar é Aqueous Profundus, onde tem uma parte que dá para o lago *.*

Dentre a narrativa, encontram-se vários mistérios, como o alfabeto encontrado no laboratório de seu avô (num caderninho), ou aquele Quarto dos Espelhos que fica trancado onde era seu quarto, ou então o fato de sua estrela negra (marca de nascença) estar cada vez maior (e mais negra).
Mas agora, já ouviram falar sobre Xorax? Então, é a Sexta Lua. No livro conhecemos mais um mundo paralelo, a galáxia da Alquimídia, onde habitam uns animais super fofos e seres feitos de luz.

Nesse primeiro volume, a viagem de Nina é para a Ilha de Páscoa (gente, me levem pra lá ver os moais! até hoje sou in love por esse lugar rs), e lá ela vai com seus 4 amigos, que conheceu em Veneza, para começar sua missão que é: descobrir os quatro Arcanos (fogo, terra, água e ar) para fazer as crianças voltarem a sonhar e não deixar Xorax morrer. Ah claro, preciso falar do moço dumal. Karkon. Gr. Gente ele é muito dumal mesmo, maltrata os gatinhos! Mas vou calar a bok agora e deixar vocês lerem.

O livro é cheio de enigmas que prendem a atenção, além de conseguir demonstrar direitinho e sem ser aterrorizante a disputa entre os magos bons e os do mal. No final tem o caderninho do vovô Misha com várias anotações sobre os animais que vivem na Sexta Lua, as plantas, as cores e as pedras preciosas (e suas utilidades). Como o livro tem um alfabeto diferente, ele está presente na aba da contra-capa. Me diverti decifrando as coisas. Rs. Além disso, a carta que o vovô Misha deixa é super lindinha!

Uma das coisas que eu mais adoro, é como a autora nos faz ver o mundo pelos olhos da Nina e do mundo da alquimia, mostrando quanta coisa ainda tem para descobrir e como o universo pode ser profundo, além de complexo. Fiquei com vontade de tentar algumas fórmulas que a Nina fazia (rs). As mensagens que o livro passa são boas também, achei-as elaboradas, como vocês podem ver aqui:
" O Tempo? Cesco, o tempo serve, mas não existe. Lembre-se sempre disso."
O tempo é uma das coisas que ela trata de um jeito que antes de ler, eu nunca havia parado pra pensar.

E para terminar, vou colocar a frase de cabeceira da Nina:
"Nós, pequenos seres de cérebro cinzento,
muito ainda temos a desvendar.
Nós, vidas breves e sem meta,
temos de olhar para o céu e pensar."

12 comentários:

  1. Amei né ♥ E tu falou de Xorax, meu planeta hihihi :D

    ResponderExcluir
  2. será que vão me olhar estranho se eu pedir esse livro na cultura? me deu vontade de ler!

    ResponderExcluir
  3. Não conhecia esse livro,nunca li nada nesse estilo,mas parece muito bom.
    Bjs!

    ResponderExcluir
  4. Ótima dica, de verdade, porque se todo mundo - tá certo, nem todos - curte tanto livros como Percy e/ou Como Treinar seu Dragão, porque deixar esse de fora? Lembrando que Nárnia pode ser considerado um livro meio infantil, então anotei a dica e se pintar oportunidade vou ler.
    Bj

    ResponderExcluir
  5. adoro livros com enigmas!
    Até mais! Abraços!

    ResponderExcluir
  6. Acompanhei a leitura deste livro e me emociono quando lembro. Percebi como minha filha ficou orgulhosa quando abria as páginas deste livro e não conseguia chegar ao fim com medo que acabasse e ficasse sem a leitura dele.

    ResponderExcluir
  7. Oi tem selinho pr ti lá no blog, bj

    http://danfalandodelivros.blogspot.com/2010/06/amo-esses-selinhos-ganhei-mais.html

    ResponderExcluir
  8. Oi, criei dois selinhos, depois passa lá no blog e dê uma olhada, se quiser pegar fique à vontade, fiz para todos que estão envolvidos de alguma forma com meu blog, ah caso resolva pegá-los por favor diga que fui eu q fiz, bj

    http://danfalandodelivros.blogspot.com/2010/06/criei-dois-selinhos.html

    ResponderExcluir
  9. isso me fez lembrar aquele "a casa das sete luas" lembra? rsrs era legal, e eu era do teu grupo

    ResponderExcluir
  10. claaaro que eu lembro!! era mt bala aquele livro. vou fazer resenha. atri OISGAHGASIO e acho que era "a casa das 4 luas" rs http://www.submarino.com.br/produto/1/11849?franq=2345

    ResponderExcluir
  11. Oie,
    Tem selinho pra ti no meu Blog Lendo Sobre Livros.
    Bj

    ResponderExcluir
  12. eu ja li os tres livros da a menina da sexta lua umas 20 vezes e jamais me cansarei de ler

    ResponderExcluir

- Se informe aqui como fazer parceria com o blog "Na sua Estante".

visitas desde 13/06/2010